NICE revela importantes mudanças em seus métodos e processos de ATS

Uma das maiores revisões do NICE sobre seus processos e métodos de avaliação de tecnologias em saúde” desde sua criação em 1999: é assim que o instituto descreve as reformas recém-aprovadas por sua diretoria. A revisão inclui as seguintes conclusões principais.

Copyright: Neil Grubert

Rota para o Programa de Tecnologias Altamente Especializadas

Os critérios de elegibilidade para o programa HST serão reduzidos de sete a quatro:

Prevalência de <1:50.000 na Inglaterra

● Normalmente, ≤300 pacientes elegíveis para a indicação licenciada e ≤500 em todas as indicações

● A doença reduz significativamente a vida ou prejudica gravemente a qualidade de vida

● Falta de opções de tratamento adequadas

Novos processos de comparação de custos em substituição ao fast track

O processo de avaliação rápida será substituído por um novo processo de comparação de custo simplificado. Para tecnologias com um ICER de <£10.000 por QALY ganho e um alto grau de certeza, o processo de avaliação padrão pode ser acelerado.

Acordos de Compartilhamento de Riscos

O novo Fundo de Medicamentos Inovadores expandirá acordos de compartilhamento de riscos para câncer e outras doenças. No entanto, a indústria observou que os dados relevantes são muito imaturos para apresentar uma análise de custo-utilidade em um estágio tão inicial. Solicitações para que o NICE adote abordagens de preços semelhantes às usadas na Escócia, Alemanha ou Itália foram rejeitadas por estarem fora do escopo desta revisão a ser implementada. O NICE também esclareceu que “acordos de compartilhamento de riscos não podem ser considerados como comissionamento de rotina”.

Doenças

Um novo modificador de gravidade da doença substituirá o modificador anterior de “fim de vida”. Os QALYs serão ponderados em 1,2 ou 1,7 para capturar os benefícios de saúde nas condições mais graves. O NICE observa que “o tamanho proposto do modificador de gravidade, com base na neutralidade do custo de oportunidade em comparação com o modificador de “fim de vida”, fornece um equilíbrio adequado entre a importância de avaliar a gravidade e o impacto do deslocamento no National Health Service (NHS)”.

Lidando com a incerteza

Alguns stakeholders solicitaram definições precisas para as circunstâncias em que uma flexibilidade adicional em relação à incerteza pode ser aplicada. A resposta do NICE é que “a aceitação de uma maior incerteza é uma decisão deliberativa dos comitês. Eles decidirão se aceitam incertezas com base em seu entendimento da origem destas e de como elas se relacionam com os desafios na geração de evidências e as circunstâncias em que tais desafios ocorrem, em vez de simplesmente aplicar a flexibilidade de uma forma ‘ou vai ou racha’ se um determinado critério for atendido”.

Taxa de desconto

Por enquanto, o NICE decidiu não ajustar sua taxa de desconto. A entidade acredita que “há fundamento baseado em evidências para alterar a taxa de desconto do caso de referência para 1,5% para custos e efeitos na saúde, mas devido às implicações políticas e fiscais mais amplas e interdependências que estão além do alcance desta revisão, nenhuma alteração na taxa de desconto do caso de referência pode ser feita.”

Leia também:

NICE promove a mais radical reforma de sua história visando acesso mais justo a medicamentos


Neil Grubert é especialista em acesso ao mercado farmacêutico com 30 anos de experiência no rastreamento dos mercados globais de medicamentos. Ele é autor de mais de 150 relatórios sobre acesso ao mercado, cobrindo 20 mercados maduros e emergentes, várias áreas terapêuticas e vários problemas do setor. Atualmente trabalha como consultor independente. Você pode ler seus artigos regularmente neste blog.

Deixe um comentário

Visit Us
Tweet
error: Corta e cola, não!

REPUBLISHING TERMS

You may republish this article online or in print under our Creative Commons license. You may not edit or shorten the text, you must attribute the article to Academia de Pacientes and you must include the author’s name in your republication.

If you have any questions, please email ccordovil@gmail.com

License

Creative Commons License AttributionCreative Commons Attribution
NICE revela importantes mudanças em seus métodos e processos de ATS