Cláudio Cordovil

Coordenação de Doenças Raras é alvo de disputas incomuns

A Coordenação de Doenças Raras vinculada a Secretaria de Atenção Especializada à Saúde, do Ministério da Saúde, comandada por Helvécio Miranda, passa por algumas movimentações no mínimo intrigantes.

Vamos aos fatos:

No dia 23 de fevereiro de 2023, o Diário Oficial da União dava conta de que a Ministra da Saúde nomeara ALISSON MACIEL DE FARIA, para exercer o Cargo Comissionado Executivo de Coordenador-Geral de Doenças Raras, CCE 1.13, código 24.0074, do Departamento de Atenção Especializada e Temática, da Secretaria de Atenção Especializada à Saúde (PORTARIA DE PESSOAL GM/MS N° 389).

No dia 12 de abril, o DOU publicaria nova nomeação assinada pela Ministra para a mesma pessoa, ALISSON MACIEL DE FARIA, e cargo (PORTARIA DE PESSOAL/GM/MS N° 758).

Em tese, a Coordenação ainda tem como seu dirigente Allison Maciel de Faria.

No entanto, nas últimas 48 horas, cresceram rumores de que Natan Monsores de Sá seria o novo coordenador. Sua nomeação ainda não foi publicada no Diário Oficial da União, mas acredita-se que deverá ser em breve.

Entre outros cargos, Helvécio Miranda foi Secretário Municipal de Saúde e Secretário Municipal de Planejamento, Orçamento e Informação do município de Belo Horizonte, antes de assumir a Secretaria de Atenção Especializada à Saúde do Ministério da Saúde.

Allison, por sua vez, recebera promoção concedida pelo então Secretário de Planejamento, Helvécio Miranda, em 2016, para o cargo de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, como se constata no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais, de 7 de abril de 2016. Atualmente. Allison é lotado na Secretaria de Regionalização da Saúde de Uberlândia, vinculada à Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais.

A movimentação atípica para um cargo tão pouco disputado poderia sugerir captura dos interesses públicos por motivações privadas, numa área em que interesses poderosos costumam operar.

Jânio Quadros: Para onde vamos?

Forças ocultas? Eleito democraticamente, Jânio Quadros (1917-1992) tomou posse em janeiro de 1961. E renunciou no dia 25 de agosto do mesmo ano, afirmando ser vítima de “forças ocultas”.

Deixe um comentário

error: Corta e cola, não!

REPUBLISHING TERMS

You may republish this article online or in print under our Creative Commons license. You may not edit or shorten the text, you must attribute the article to Academia de Pacientes and you must include the author’s name in your republication.

If you have any questions, please email ccordovil@gmail.com

License

Creative Commons License AttributionCreative Commons Attribution
Coordenação de Doenças Raras é alvo de disputas incomuns
Verified by MonsterInsights