Bio

 

 

eu
Copyright: Claudio Cordovil

 

Cláudio Cordovil se interessa pela temática das doenças raras, em uma perspectiva sociológica e de saúde pública desde 2007. Foi o primeiro brasileiro a participar de uma Conferência Européia em Doenças Raras (a quarta, realizada em Lisboa, em novembro de 2007).

  • Pesquisador em Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), foi Professor Visitante do Depto. de Saúde Coletiva da UnB.
  • Investigador especializado em doenças raras e engajamento do paciente.
  • Jornalista investigativo, especializado em ciência e saúde, cultura, direitos humanos, mudanças globais e sustentabilidade, agraciado com o Prêmio José Reis de Jornalismo Científico concedido pelo CNPq.
  • Doutor e Mestre em Comunicação pela UFRJ.
  • Possui Pós-doutorado em Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Fiocruz).
  • Realizou Doutorado Sanduíche no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, sob co-orientação de João Arriscado Nunes. Tema da pesquisa: Representações midiáticas das células-tronco.
  • Trabalhou no Jornal do Brasil (na editoria de ‘Ciência’, no ‘Caderno B’ e no ‘Caderno Idéias’).
  • Foi editor-chefe da revista Veredas, do Centro Cultural Banco do Brasil.
  • Colaborou com os principais jornais brasileiros, entre eles, O GloboO Estado de S Paulo, o jornal Valor Econômico e a Gazeta Mercantil.
  • Idealizou o Instituto Franco Basaglia , entidade sem fins lucrativos promotora de direitos humanos de pacientes psiquiátricos.
  • Foi editor de Ciência e Saúde do Portal Globo.com (atual G1).
  • Foi consultor editorial e tradutor na área de divulgação científica.
  • Foi consultor do governo na área de C&T em Saúde.
  • Foi militante da Seção Brasileira da Anistia Internacional (1988-89).